Vender velharias: uma experiência muito ‘trendy’

O encanto pode já não ser o mesmo. Provavelmente porque não enterramos os pés na lama nem engolimos pó a saber a mofo. Mas as feiras de velharias ainda conseguem transportar-nos para um mundo de infindáveis fantasias, sobretudo quando nos encontramos com peças que já não víamos há mais de 20 anos. Lembrar a infância nunca fez mal a ninguém e aqui podemos aceitar, sem resistência, o desafio para visitarmos as nossas recordações mais antigas.

São muitas, variadas, e embora algumas já fujam ao verdadeiro conceito que as levou para a rua, ocupam o calendário nos 12 meses do ano. Ser vendedor ambulante ou de ocasião deixou, aliás, de ser sinónimo de estrato social menor, para passar a ser uma experiência muito trendy, que atrai especialmente quem quer limpar a casa e a vida dos excessos já desprovidos de valor emocional. Porque valor comercial…bem, há sempre quem o encontre na maioria das nossas bugigangas, sobretudo se roçarem o estilo vintage, agora muito apreciado na esfera das elites culturais.

Aos sábados e domingos, de uma ponta à outra do Algarve, tem muito por onde escolher. Para comprar, ou para vender! Em qualquer dos casos é sempre divertido. Por isso aproveite e se puder ganhe uns trocos!